Alvo de manifestações, dentro do prazo legal e de seu pleno direito, pedindo sua reforma, a tabela provisória do campeonato maranhense previa um maior deslocamento aos times do interior (Santa Quitéria, Imperatriz e Cordino, respectivamente).

A planilha abaixo demonstra que a equipe do Santa Quitéria teria que viajar aproximadamente 3244 quilômetros para realizar três partidas fora de seu domínio contra Cordino, Imperatriz e Moto Club. A segunda equipe com maior deslocamento seria o Imperatriz (2862 km), seguido pelo Cordino (2742km).

Contudo, a quarta equipe com maior quilometragem a percorrer durante o torneio, segundo a Tabela prévia do Campeonato Maranhense 2018, seria o Moto Club, com 2698 km.

Ocorre que, ainda que a diferença de quilometragem a percorrer entre Moto e Imperatriz ou Cordino seja mínima (menos de 200km), enquanto as duas equipes da região tocantina fariam 4 (quatro) jogos como mandante, o Rubro Negro faria apenas 3 (três), o que representa um dos maiores pontos de discordância do Papão do Norte com a confecção do calendário de jogos.

Destaca-se, ainda, que por ter a maior carga de estrada, o Santa Quitéria foi escalado para realizar 3 (três) partidas seguidas em casa (rodadas 2, 3 e 4), além de finalizar a fase inicial diante de seu torcedor.

Maranhão Atlético e Bacabal seriam os maiores beneficiados com a manutenção da escala de jogos, posto que enquanto o Quadricolor possui a menor distância a percorrer (1290 km) o calouro do campeonato mandaria 4 (quatro) partidas em contrapartida a um deslocamento de 1580 km.

Até a quinta-feira (23/11) a Federação deverá se manifestar sobre a celeuma e no dia 27 deverá ser publicada a Tabela Definitiva

Deixe uma resposta