Ao contrário do que se imaginava ao término da primeira fase da competição, é bastante improvável o cenário em que o Sampaio, dono da melhor campanha do certame na fase de grupos da Série C do Campeonato Brasileiro, faça o segundo jogo da final em São Luís, caso se classifique.

Isto porque, por força do artigo 16 do regulamento da competição, as partidas das fases eliminatórias seguem computando pontos para fins de classificação geral.

O CSA, que iniciou o mata-mata com a mesma pontuação do Sampaio, se aproveitou disso para disparar na classificação geral da competição. Após superar o São Bento por 1 a 0, no interior paulista no último domingo (1º), aproximou-se bastante da vaga na finalíssima da competição ao abrir cinco pontos de frente sobre o Tricolor.

Somando quartas de final e semifinal, o time alagoano somou nove pontos por conta das três vitórias (duas sobre o Tombense e a supracitada sobre o São Bento), enquanto o Sampaio somou, neste mesmo intervalo, apenas quatro pontos (vitória e empate contra o Volta Redonda, além de sair zerado na derrota pro Fortaleza).

Assim, a classificação geral aponta, neste momento:

 

Portanto, o único cenário que possibilitaria assistirmos a finalíssima da Série C 2017 no Castelão seria (além da óbvia virada do Sampaio no confronto contra o Fortaleza) uma virada história do São Bento diante do CSA.

Para tanto, a equipe do interior paulista terá que superar o adversário, no Rei Pelé,  após o revés sofrido em casa por 1 a 0. Uma vitória por 1 a 0 levaria o jogo para os pênaltis e qualquer outro placar garantiria o time de Sorocaba na decisão.

Deixe uma resposta