* Por Pedro Reis

O árbitro para o jogo final entre Sampaio Corrêa e Fortaleza, no dia 7 (sábado), já foi definido: Heber Roberto Lopes, árbitro da FCF (Federação Catarinense de Futebol) e ex-árbitro FIFA. Ele terá a missão de conduzir a partida de volta entre os tricolores, no Castelão maranhense.

Com 45 anos, ele é o árbitro mais velho no quadro da CBF. Polêmico, Heber era árbitro da Federação Paranaense de Futebol (FPF) até 2012, mas acabou indo para a FCF. Na época, ele era o principal árbitro da FPF, porém, saiu devido à falta de apoio na candidatura de arbitragem para a Copa do Mundo. Com mais apoio político e financeiro prometido pela FCF, Heber desfiliou-se da FPF, deixando o Paraná sem árbitro FIFA. Em 2017, Lopes saiu do quadro FIFA para a entrada do paranaense Rodolpho Toski Marques.

Conhecido como “árbitro caseiro”, o “homem de preto (ou amarelo, azul ou rosa)”, em 2017, não tem justificado a fama. Nas 11 partidas em que atuou neste ano o mandante saiu de campo com os três pontos em apenas três oportunidades. Foram quatro vitórias dos visitantes e outros quatro empates.

Vale destacar que não será o primeiro jogo apitado por ele na Série C: Heber foi o árbitro na derrota do Confiança para o São Bento pela partida de das quartas de final.

O árbitro da outra semifinal, entre CSA x São Bento, será Dewson Freitas, da Federação Paraense de Futebol.

Deixe uma resposta