SAMPAIO CORRÊA

Alex Alves – 8,5. Espectador privilegiado no primeiro tempo, foi grande protagonista do segundo, salvando ao menos três lances de gol adversário.
Pedro – 6. Leves vacilos atrás. Pouca produtividade na frente.
Odair – 6,5. Vencedor na maioria dos confrontos diretos, quase armou grande contra ataque. Grandes recuperações.
Maracás – 3,5. Facilmente driblado no lance do gol cearense, merece um desconto por estar fora de posição no lance, muito a esquerda, por conta do ausência do lateral daquele setor.
Jefferson – 5,5. Amarelado logo no início do jogo, ficou mais tímido tanto na marcação quanto nos avanços. Saiu no intervalo.
Zaquel – 6. Hoje a missão foi parar Ewerton. Novamente bem cumprida.
Fernando Sobral – 6. Mais participativo do meio campo, entretanto não quer dizer muita coisa.
Diego Silva – 5. Absolutamente discreto no primeiro tempo, manteve a “pegada” no segundo.
Felipe Marques – 6. Tentou duas arrancadas e duas finalizações de fora da área. Todas sem levar perigo real.
Marlon – 3. Mais notado na recomposição defensiva que na armação de jogadas.
Isaac – 5,5. Sem bolas lançadas em sua direção, foi notado pela briga no meio. Substituído aos 12 do Segundo tempo.

Reservas:
Valderrama – 5,5. Entrou no intervalo no lugar do lateral esquerdo e passou todo o segundo tempo perdido, mas jamais se omitiu.
Uillian – 4. Entrou as 12 do segundo e mal foi notado em campo.
Reginaldo Jr – 7. Melhor jogador do setor ofensivo boliviano mesmo sendo o que teve menos tempo de jogo.

Técnico Francisco Diá – 4. Além de ter um time nitidamente desmotivado, mexeu mal no intervalo, deixando o time sem lateral esquerdo, justamente por onde saiu o gol cearense além de outra grande chance desperdiçada pelo Leão

 

Deixe uma resposta