No momento, o Sampaio Corrêa canta aquela música do Roberto Carlos para a Série B: “Eu voltei, agora para ficar. Porque aqui, aqui é o meu lugar. Eu voltei pras coisas que eu deixei”.

Com o empate por 1 a 1 no Estádio Castelão, o Tricolor garantiu a vaga nas semifinais da Série C para enfrentar o vencedor de Fortaleza e Tupi na busca pelo quarto título nacional. Mas o mais importante mesmo foi o acesso à Série B.

Após um jogo tenso em que o Volta Redonda criou algumas oportunidades no primeiro tempo e o Sampaio perdeu a sua única com o atacante Felipe Marques que isolou na frente do goleiro Andrey.

Na segunda etapa, os ânimos cariocas ficaram frios e o Sampaio teve diversas chances de abrir o placar, o que aconteceu apenas aos 36 minutos, quando Marlon (que entrou muito bem) fez grande jogada pela direita e cruzou para Fernando Sobral completar para as redes.

Quando os mais de 35 mil torcedores do Sampaio já cantavam o acesso, o zagueiro Luan empatou para o Volta Redonda após cobrança de escanteio em que o goleiro Alex Alves saiu horrivelmente e deixou o jogador livre para cabecear para o gol.

O desespero voltou ao Castelão, mas o Volta Redonda, mesmo empolgado com a igualdade no marcador não conseguiu assustar o gol do time maranhense nem ameaçar o acesso a não ser um escanteio no último lance só pra dar aquele gostinho mais temperado.

E o ano de 2017 que parecia sofrível para o Tricolor já tem um saldo positivo com o título do Campeonato Maranhense e o retorno para a Série B após apenas um ano na Série C. E a disputa pelo Tetra Brasileiro segue acesa.