Neste domingo, às 16h, no Estádio Castelão, o Maranhão Atlético começa o duelo com o Operário-PR que vale a vaga na Série C do Campeonato Brasileiro de 2018.

O confronto marca a disputa entre a melhor defesa da competição, do Operário-PR, com apenas cinco gols sofridos e o competente ataque quadricolor que já balançou as redes adversárias em 16 oportunidades.

O MAC aposta no bom retrospecto atuando em São Luís. Em cinco confrontos realizados na capital maranhense, foram quatro vitórias e um empate com 11 gols marcados e apenas dois sofridos. O aproveitamento de 86,6% é uma das grandes credenciais quadricolores para fazer um bom resultado já na primeira partida e buscar o acesso com tranquilidade em Ponta Grossa.

Por outro lado, o Operário tem duas vitórias e três derrotas atuando longe de seus domínios. Demonstrando uma força defensiva muito competente nestas partidas longe do Paraná, sofrendo apenas três gols e marcando a mesma quantidade.

Para o confronto, o técnico Ruy Scarpino deve ter a força máxima. A única dúvida é o volante Sandro Bacabal, que sentiu um problema muscular, mas treinou normalmente com a equipe na sexta-feira e pode continuar na equipe.

Apesar do treinador esconder o time titular, o retorno do lateral-direito Michel, que cumpriu suspensão em Macapá, deve marcar o retorno de Rômulo Ferreira ao meio-campo caso seja confirmada a ausência de Sandro.

A probabilidade de Scarpino escalar a equipe com dois volantes e Eloir ajudando na marcação e armação é maior promovendo o retorno de Adauto ao time titular. O ataque também pode ter mudança, com Jonas voltando a virar opção para o segundo tempo enquanto Gileard e Éder Guerreiro brigam pela posição.

O Maranhão deve entrar em campo com Rodrigo Ramos, Michel, Yuri, Ramon e Chico Bala; Sandro (Rômulo Ferreira), Curuca, Eloir e Adauto; Jonas e Naôh.

Deixe uma resposta