Um grande jogo, uma rivalidade imensa, um Superclássico, é o que se espera quando Sampaio e Moto derem o pontapé de saída para o segundo turno da Série C 2017. O histórico confronto terá início às 16 horas, no Gigante do Outeiro da Cruz.

Diferentemente de Leston Junior que afirmava que o Moto Club não teria time fixo durante a competição, Marcinho, que assumiu interinamente o comando do Papão na rodada passada, não alterará a formação titular que conquistou grande vitória diante do Fortaleza: Márcio Arantes; Tote, Michel, Lula e Lorran; Felipe Dias, Diogo Oliveira, Vitinho, Válber e Toni Galego; Vinícius Paquetá.

Como apontado por Gustavo Arruda neste post aqui, 14 pontos é a meta inicial do Moto, número que praticamente garantiria a escapada do rebaixamento. Com cinco jogos ainda a disputar em São Luís, a vitória no clássico representaria uma arrancada considerável já no início do returno.

Na receita para a vitória motense não faltam ingredientes: O ânimo da torcida rubro-negra está renovado e a certeza é que o apoio deverá ser constante das arquibancadas. A derrota para o rival na abertura da competição é mais um elemento a motivar time e torcida para o cotejo de logo mais. Na verdade, o jejum diante do rival neste ano (1 empate e 2 derrotas) terá papel fundamental na prelação.

O Tricolor de São Pantaleão também vem em ascensão. É importante destacar que, ao contrário do que alguns previam, desde o início da competição briga na parte de cima da tabela: com grande campanha fora de casa, terminou o primeiro turno na segunda colocação. A última destas vitórias como forasteiro, diante do forte time do Botafogo da Paraíba, somada a invencibilidade no clássico local deste ano devem ser força motriz para a conquista de mais um grande resultado nesta tarde.

Gustavo Arruda dissecou as probabilidades do Sampaio para a parte final do certame e apontou 16 pontos como a meta tricolor no segundo turno. Talvez um pouco menos que isso assegure ao Tubarão uma vaga entre os quatro finalistas do Grupo A, porém, é importante manter a pegada neste momento da competição e somar o máximo de pontos possíveis.

O técnico Francisco Diá, campeão maranhense, a cada dia demonstra mais conhecimento do plantel que possui. A partir do que viu nos treinos da semana, deverá escalar o Tricolor com: Alex Alves; Roniery, Alexandre, Maracás e Esquerdinha; César Sampaio, Valderrama, Marlon e Hiltinho; Felipe Marques e Isaac.

Por tudo que foi escrito acima, é evidente que a expectativa de público é muito boa. Espera-se que por volta de 12 mil pessoas acompanhem o duelo, o que já representaria o quíntuplo da média de presentes na Série C 2017.

Sem mais delongas, que venha o Superclássico.

Deixe uma resposta