Por José Roberto Leite Jr

Marcio Arantes – 7,0. Quando exigido, fez sua parte, não teve culpa alguma no gol do ASA e ainda salvou o tine da derrota.
Bebeto – 6,0. Um belo cruzamento que virou assistência e gerou o gol do Papão, de resto, pouco produziu.
Wanderson – 4,5.
Lula – 5,5. Fez uma boa partida até o vacilo de deixar Leandro Kivel livre pra marcar o gol do ASA.
Rai – 4,0. Jogou de lateral e não tem como crucificar o jogador, fez o que pôde.
Felipe Dias – 3,5. Não rendeu bem na transição do meio pro ataque e foi apenas razoável na marcação.
Diogo Oliveira – 3,0. Assim como seu companheiro na volância, foi abaixo da crítica tanto na marcação quanto na ligação defesa-ataque.
Alex Henrique – 3,0. Participação bem apática. Entrou na ponta esquerda mas não chamou jogo hora alguma.
Valber – 5,0. Eficiente apenas nas bolas paradas, tanto que foi no seu escanteio que saiu o gol, na cadência e armação, deixou a desejar.
Vitinho – 6,0. Marcou um belíssimo gol e mais nada.
Rafamar – 3,0. Mais uma partida abaixo da crítica no ataque Rubro-Negro

Reservas:
Toni Galego – 5,5. Brigador de sempre mas pouco efetivo, ainda perdeu um gol porque se precipitou na finalização.
Vinicius Paquetá – 3,5. Na melhor chance que teve, tentou cavar um pênalti mandraque quando tinha plenas condições de se librar da marcação e finalizar.
Jerson – 3,0. Nada acrescentou ao fraco meio de campo do Moto na partida deste sábado.

 

Leston Junior – 3,5. Levou a campo a base que vinha jogando, mas não conseguiu fazer a equipe render o esperado. Tem a desculpa da paralisação durante a semana mas ainda assim, foi pouco. As mudanças tanto pro início da partida quanto no decorrer, não deram em nada.