Sampaio, Moto, MAC e Imperatriz, todos superados pelo Cordino. Campeão do primeiro turno e o maior prejudicado pela paralisação do Campeonato Maranhense a Onça é o melhor time maranhenses em 2017. Um dos pontos de destaque do time de Barra do Corda é o ataque, que compensa os gols sofridos.

Com 22 gols na temporada, o Cordino tem uma média de 1,29 gols em 2017. Aqui entra um ponto curioso, já que Ulisses é responsável por 15 gols da Onça. Os outros sete gols foram marcados por Alison e Di Maria, cada um com dois, além de André Luiz, Léo Costa e Michel que balançaram as redes.

Uma observação sobre os jogadores além de Ulisse que marcaram gols, é que destes, os atacantes Di Maria e André Luiz e o lateral Michel já deixaram a equipe. Ou seja, do atualmente elenco apenas três atletas marcaram gols na temporada.

O ataque, pelo menos no Campeonato Maranhense, serviu para compensar os gols sofridos. Em todo a temporada foram 17 gols sofridos nos 17 jogos disputados. Durante o Campeonato Maranhense, somente em quatro dos 16 jogos, o Cordino não sofreu gols. Considerando o jogo contra o Santos-AP, na estreia da Série D, a Onça contabiliza cinco jogos sem os adversários chegarem ao seu gol na temporada.

Apostando nessa fórmula é que o Cordino tentará surpreender na Série D e buscar o inédito título do Campeonato Maranhense. O próximo desafio é contra o Altos, em Teresina, enquanto pelo Estadual, a Onça aguarda a definição dos tribunais para conhecer o seu adversário na decisão do segundo turno.